domingo, 21 de julho de 2013

Victoza para Psoríase?

Muitas descobertas médicas acontecem por acaso. A complexidade do nosso (e de qualquer) organismo é tamanha que às vezes um tratamento para colesterol se mostra um remédio para emagrecer, ou uma droga para reduzir triglicérides consegue proteger a retina. 

A cada dia que passa dependemos menos da sorte e as hipóteses formuladas partem de maior conhecimento médico. O alvo, no post de hoje, é a psoríase. 

Doença dermatológica bastante frequente (afeta cerca de 2% da população), a psoríase pode ser bastante grave e afetar significativamente a qualidade de vida dos pacientes. O surgimento da moléstia depende de fatores genéticos e de alterações do sistema imune. 

Obesidade e resistência à insulina se correlacionam com a gravidade da psoríase, e a liraglutida (Victoza) atua promovendo o emagrecimento e melhorando a sensibilidade à insulina. Seu uso para esta condição, que poderia ser apenas uma aposta, tornou-se uma necessidade em um paciente irlandês vítima de melanoma. Impedido de usar certos tratamentos para psoríase em virtude de seu câncer, pesando 138kg e com hiperinsulinemia, recebeu a prescrição de liraglutida pela sua jovem médica, a Dra. Claire Reid. 

A resposta, publicada há uma semana no British Journal of Dermatology, foi impressionante: após um ano de tratamento, o senhor de 54 anos havia perdido 10kg e testemunhado uma redução de 50% na gravidade das lesões. O escore de prejuízo à qualidade de vida diminuiu na mesma proporção. 

A explicação parece estar num subtipo de linfócitos que representa menos de 1% das células T no sangue, os chamados invariant natural killers. Estas células possuem receptores que são ativados pela liraglutida, daí as repercussões imunes. 

Este não é o primeiro relato; alguns pacientes com psoríase que melhoraram bastante com o Victoza estão descritos na literatura médica. Em 2012, no ADA Sessions na Filadélfia, foram descritos pacientes com artrite reumatóide e retocolite ulcerativa (outros tipos de doenças auto-imunes) que obtiveram grande alívio de seus sintomas com a liraglutida. 

São apenas relatos, alguns podem dizer. Não podemos irresponsavelmente afirmar que Victoza melhora as lesões na pele em qualquer um, é bem verdade. Ainda assim, fica aberta uma linha de pesquisa e de oportunidade para mudar a vida de muitos que sofrem com a psoríase. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário