quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Metformina Previne Câncer de Fígado em Cirróticos


A hepatite C é uma doença crônica que pode levar à morte por cirrose ou câncer de fígado. Suas opções de tratamento são caras, trabalhosas (injeções semanais por meses) e nem sempre eficazes. Frequentemente as medicações não alcançam resposta, sendo o vírus responsável por inúmeras mortes anualmente.

Muitos pacientes com hepatite C são diabéticos. Alguns estudos já haviam demonstrado que tanto o vírus pode prejudicar o metabolismo de glicose quanto a própria resistência à insulina poderia favorecer a evolução da doença hepática. Um autêntico círculo vicioso.

A edição de agosto do Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism traz uma boa notícia para 180 milhões de portadores de hepatite C (dados mundiais). Um grupo francês testou a metformina em dezenas de pacientes com diabetes e cirrose pelo vírus, baseado em trabalhos que apontavam menor risco de câncer nos diabéticos que usavam a medicação. Sabe-se ainda que a metformina reduz a resistência à insulina.

Os resultados foram impressionantes, com redução de 80% (!) no risco de carcinoma de fígado e morte por cirrose ou necessidade de transplante. E pensar que sempre houve medo de se prescrever metformina para cirróticos!

É bem verdade que casos mais graves não participaram do estudo, menos de 100 pacientes usaram a medicação e não houve grupo que recebesse placebo. Ainda assim, motivo de alegria, esperança e de abertura de uma nova janela entre a Endocrinologia e a Gastroenterologia / Hepatologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário