quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

ANVISA Ameaça Proibir Tratamento da Obesidade


A organização chamada ANVISA não tem limites. Com a truculência governamental de praxe, apresenta à sociedade a medida "benéfica" e "protetora" de PROIBIR o tratamento da obesidade.

A notícia não pode ser amenizada. Dizer que sobra o Xenical (mais de 200 reais por mês, com resultados muito limitados em perda de peso) é patético. Quantos casos de sobrepeso se transformarão em obesidade? Quantos pré-diabéticos se tornarão diabéticos, com custos financeiros, de saúde e emocionais? Quanto aumentará a depressão feminina, a insatisfação com o próprio corpo, a insegurança?

Proibir um indivíduo de decidir qual substância ele quer ingerir é IMORAL. A cada dia que passa o Brasil se aproxima de um cenário do livro 1984, de George Orwell. Se a ANVISA se julga autoridade máxima em todas as áreas da Medicina, que sugira que não se usem os medicamentos. Quem confiar na sua enorme sapiência e benevolência o fará. Só não condenem milhões de brasileiros à infelicidade.

Um comentário:

  1. Acho é que a ANVISA está tendo tempo demais para cuidar dessas coisas... Os medicamentos proibidos sempre deram certo na maioria dos pacientes, e quando não dão certo, logo o médico tinha a possibilidade de troca-lo sem maiores problemas.
    A ANVISA precisa é se preocupar é com problemas que são maiores e piores para o Brasil e não com os "rodapés dos livros".

    ResponderExcluir