sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Garcinia Cambogia Emagrece?


Todo endocrinologista atende de vez em quando algum paciente que traz a receita de uma fórmula com Garcinia cambogia. Amplamente utilizada como condimento na Índia, tem como mais importante princípio ativo o ácido hidroxicítrico (HCA, abreviado do inglês), predominante na casca de seu fruto.

O HCA é um inibidor potente da citrato liase, de modo que reduz a disponibilidade de acetil-CoA. Com menos acetil-CoA disponível, há redução na lipogênese (síntese de gorduras). À primeira vista, portanto, o HCA seria um ótimo candidato ao tratamento da obesidade.

Um estudo de 2000 com 89 mulheres com sobrepeso acompanhadas por 12 semanas demonstrou uma perda de 1,3kg adicionais no grupo que usou Garcinia, comparada ao placebo. Não houve diferença no apetite, quando avaliado por questionários.

Outro ensaio, de 1998, envolvendo 135 participantes, empregou dose semelhante de Garcinia para indivíduos obesos. Quem tomou pílulas de farinha (placebo) perdeu 0,9kg a mais que o grupo que usou o HCA. O estudo foi criticado por empregar dieta rica em fibras e estabilizante rico em cálcio, que prejudicariam a absorção do princípio ativo.

Embora numerosos estudos animais apontem eficácia para redução de peso, o mesmo ainda não pode ser afirmado para humanos. Há poucos estudos e aqueles que sugerem efeito positivo geralmente avaliam poucos pacientes e apresentam falhas metodológicas.

Animais expostos a doses proporcionalmente 100 vezes maiores que aquelas prescritas para pacientes não mostraram efeitos adversos. O uso da Garcinia na Índia há séculos tranquiliza quanto à segurança da prescrição. Faltam, entretanto, evidências suficientes para que seja aceita como tratamento para perder peso.

Para saber mais sobre o HCA e a Garcinia:


Sobre tratamentos alternativos para obesidade veja aqui, aqui e no link abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário