quarta-feira, 3 de junho de 2009

Dica de Nutrição: Ameixa


Minha mãe diz que, quando eu era criança, não aceitava comer ameixa porque era “coisa de mulher”. O nome começa e termina com a letra “a”, vai saber.

As décadas passam, e hoje sou um enorme fã dessa fruta. Além do sabor, suas qualidades nutricionais a tornam uma ótima escolha para quem quer manter um peso saudável.

Mais de 85% da ameixa é água. Uma ameixa tem apenas 35 calorias (um terço de uma barra de cereal típica), e nove gramas de carboidratos – sinal verde para diabéticos. Seu conteúdo de fibra solúvel lentifica a absorção de açúcar e prolonga a saciedade. O índice glicêmico – capacidade de elevar a glicemia - da ameixa é baixo: 39. A título de comparação, o da maçã é 39; o do arroz integral, 79; pão francês, 100.

Seu baixo conteúdo protéico (um grama por fruta) exige complemento com iogurte, leite ou queijo magro para quem quer ganhar massa muscular. É rica em vitamina K, essencial à coagulação (mas que deve ser reduzida naqueles que usam marevan®). Possui boa quantidade de vitamina C.

A ameixa é rica em potássio e quase isenta de sódio. Muitos estudos mostram uma redução na incidência de hipertensão (e doenças cardiovasculares) quando se aumenta a ingestão de potássio e se reduz a de sódio. Pacientes com insuficiência renal crônica e restrição ao potássio devem prestar atenção a este fato e moderar o consumo.

Os argumentos são muito fortes para recomendar o uso da ameixa. Com raras exceções, deve compor o cardápio de quem quer uma dieta saudável. Seja homem ou mulher...

Nenhum comentário:

Postar um comentário